Terceira Guerra Mundial pode ser causada pelo Estado Islâmico

Em setembro, uma notícia passou quase despercebida pela grande mídia: a Al-Qaeda declarou guerra ao Estado Islâmico. A organização terrorista fundada por Osama Bin Laden e hoje liderada por Ayman al-Zawahiri acusou os soldados do EI de ‘insubordinação’.
Para a Al Qaeda o movimento jihadista que
nasceu dentro dela, é um movimento ilegítimo. A mensagem divulgada por Zawahiri é clara: “Al-Baghdadi e os seus irmãos não nos deixam outra opção, pois exigiram que todos os guerrilheiros renunciassem às alianças e jurassem aliança ao que dizem ser um califado”, segundo o jornal Mirror.
Não bastasse um grupo islâmico declarando guerra ao outro, agora o rei Abdullah II da Jordânia declara que o Estado Islâmico desencadeou uma nova guerra mundial. Dirigindo-se a outros líderes muçulmanos, afirmou esta semana em uma coletiva de imprensa: “Estamos diante de uma terceira guerra mundial contra a humanidade, e isso nos une”.
Seu argumento é que as maiores vítimas do EI são os próprios muçulmanos. “Esta é uma guerra, como já disse repetidamente, dentro do islã. Grupos como Daesh [nome árabe do EI] se mostram diariamente como sacrilégios sem lei, desprovidos de humanidade”.
A Jordânia faz parte da coalizão liderada pelos Estados Unidos, Reino Unido e França que ataca posições do EI na Síria e Iraque. Curiosamente, esta semana, o presidente francês François Hollande, disse novamente que “a França está em guerra” e que o Estado Islâmico “é uma ameaça ao mundo inteiro”.
No ano passado, Vladimir Putin fez um discurso parecido, mas acusando os Estados Unidos de promover o terrorismo ao financiar grupos extremistas no Oriente Médio. A OTAN, aliada dos EUA na Europa, tem dado sinais que as ações na Rússia não são vistas com bons olhos e que possuem potencial para “começar uma guerra”.  Além de fomentar o conflito na Ucrânia, tem unido forças com o Irã e a China em incursões militares.
Enquanto líderes mundiais e os antigos aliados do EI falam em se unir, o sociólogo argentino-americano Carlos Alberto Torres, faz uma análise sombria: “a terceira grande guerra mundial deve surgir nos próximos anos a partir de conflitos no Oriente Médio, provavelmente incitados por grupos terroristas como o ISIS, Boko Haram e Shabat… Há leituras islâmicas que apontam que essa confrontação está se dando entre o mal e o bem. O bem é o Islã e o mal é o ocidente”.

Gospel Prime

36 total views, 2 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

24 anos, solitário que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e site sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. Bom, bem vindo (a)!😙😙😙😊

Deixe uma resposta