“Jornal Nacional” registra o pior novembro desde de 1969

A concorrência contra o último mês de “Os Dez Mandamentos”, da Record, fez o “Jornal Nacional” registrar seu pior novembro, não apenas em pontos de ibope, mas também na participação no universo de TVs ligadas (share).

No mês passado o principal telejornal da Globo fechou com 33,6% de share. No ano passado, sem concorrência com novela, esse índice foi de 40%. Dez anos atrás, foi de 54,3%. Em novembro de 2000 era de 61%.

Em pontos de ibope, o “JN” fechou o mês passado com 22,7 pontos, contra 25,4 pontos em 2014. A média de novembro foi uma das menores desde sua estreia em 1º de setembro de 1969.
Nas décadas de 70, 80 e mesmo 90, o “JN” chegava a ter 70% ou mais de participação no universo de TVs ligadas. Emissoras jamais lançavam programas no mesmo horário do telejornal, porque o fracasso seria garantido.

Porém, este ano, por causa da novela bíblica, a Globo chegou a espichar ou atrasar o telejornal – algo impensável alguns anos atrás.

Com o fim de “Os Dez Mandamentos”, contudo, a situação deve mudar para melhor este mês, embora o “JN” não tenha mais o mesmo impacto.

Com a concorrência do noticiário da internet, das outras emissoras e a fuga de telespectadores para a TV paga, esses tempos de glória do “JN”, provavelmente, ficarão no passado para sempre.

UOL

35 total views, 2 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

24 anos, solitário que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e site sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. Bom, bem vindo (a)!😙😙😙😊

Deixe uma resposta