Homem se passa por pastor da IURD para aplicar golpes

Homem se passa por pastor da IURD para aplicar golpes

Um homem foi preso pela Polícia de Mogi das Cruzes (SP) se passando por um pastor para aplicar golpes em donos de imóveis na cidade.

O acusado se passava por pastor da Igreja Universal do Reino de Deus e usava documentos falsos, inclusive um papel timbrado com o logotipo da igreja para aplicar os golpes.
Ele enviou uma proposta de compra de um galpão no valor de R$ 7.020.000,00 (sete milhões e vinte mil reais) e exigia do dono do imóvel um cheque no valor de R$ 10 mil para as certidões negativas, cem vezes maior do que é cobrado no mercado.

Desconfiado, o dono do galpão chamou a polícia e no dia 17 de dezembro os policiais militares participaram da negociação e deram voz de prisão ao homem que foi preso pelo crime de estelionato.
“Ele procurava um terreno grande e oferecia um valor que também não era pouco”, explicou o cabo da PM, Carlos Freitas, em entrevista à TV Diária, retransmissora da Globo na região.
O homem é natural de Guarulhos e já tem mais de dez passagens pela polícia por vários crimes, inclusive por estelionato.

392 total views, 3 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!