Band cogita colocar programa esportivo no lugar do CQC

O “CQC” se despediu da televisão na última segunda-feira (28) e não voltará ao ar em 2016.

Isso porque a Band anunciou um “ano sabático” para a atração.

Segundo a emissora, o programa voltará ao ar em 2017 e disse que o próximo ano será usado para pensar como o formato será reapresentado para o público.

“O intervalo entre as temporadas será estendido para que tenhamos tempo de voltar com mais força em 2017”, afirma Diego Guebel, criador do formato e diretor-geral de conteúdo da Band.

Assim, a emissora agora já estuda o que entrará no lugar do “CQC” nas noites de segunda, quando a nova programação da emissora for lançada.

Segundo informações obtidas pelo NaTelinha, a Band cogita estrear um novo programa de esportes na faixa, envolvendo debates. A ideia ainda está amadurecendo, mas agrada porque é um segmento que traz retorno financeiro para a casa.

Em tempo

Apesar de prometer sua volta para 2017, muita gente entende que o “CQC” está definitivamente cancelado no Brasil.

O programa chegou ao pais com ares revolucionários e rapidamente fez sucesso. Frequentemente sendo terceiro lugar até 2011, o “CQC” sempre foi elogiado pelo seu estilo ácido e direto.

No entanto, desde o episódio em que Rafinha Bastos disse ao vivo que “comeria” Wanessa e o seu bebê, a atração acabou se perdendo. Neste ano, uma reformulação foi feita na tentativa de fazer os índices voltarem a sua melhor forma.

Mesmo elogiado, o “CQC” obteve médias de apenas 2 pontos de Ibope na Grande São Paulo em 2015.

355 total views, 3 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!