Surreal: nudismo, a mais nova bizarrice evangélica

// Quando achei que já tinha visto tudo no meio cristão, especialmente o evangélico, me deparo com uma notícia bizarra, surreal, sinistra, vergonhosa e claro, feita por um bando de imbecis, que querem trazer para suas igrejas o mundo que eles sempre idealizaram, mas como não conseguem trazer o mundo para a igreja, então arrumam um jeito. Só que o único jeito que encontram é criando uma igreja, e nela, eles fazem tudo que têm vontade, o que nas outras igrejas é proibido na que eles fundam é “tudo” liberado.

Vamos lá, me refiro a uma coisa que você nunca imaginou: o nudismo evangélico existe e está virando tendência no Brasil. A prática de ficar peladão sentindo a presença de deus surgiu na Pensilvânia, nos Estados Unidos, mas já está se espalhando pelos trópicos. São os chamados “naturistas cristãos“.

Sim gente, sem roupa os religiosos mais bizarros que qualquer outro que a pessoa que está escrevendo agora já viu.

Pelados fazem a leitura da Bíblia. E mais, pode ser feita em qualquer lugar, tanto na igreja como ao ar livre, visto que muitos encontros ocorrem em sítios ou em praias nudistas.

E vale destacar, que embora o grupo esteja focado nos evangélicos, o movimento maluco congrega naturalistas de várias igrejas.

Em depoimento ao site Gospel Mais, os adeptos dessa da prática que se auto-intitula de cristão, teve a coragem que falar sobre essa nova vergonha.

A reportagem fala o caso do arquiteto Estevão Prestes que confessa que foi expulso da Igreja do Evangelho Quadrangular (IEQ) porque ele tinha o hábito de rezar/orar pelado, com a trompa balançando, imaginem a cena. E agora hoje ele frequenta uma Igreja Presbiteriana. Hoje, Estevão não esconde que é naturalista, mas também não propaga a prática aos quatro ventos e diz sentir aceito pela comunidade da qual participa.

E parece que a bizarrice de ficar pelado na igreja está virando uma epidemia, digo isso por um motivo único, o programador Nelci Rones, andar pelado não está relacionado ao pecado. Pelo contrário, ele define que “imoral é o que se faz de sujo com o corpo” -embora não deixe bem claro o que isso significa. Para muitos dos adeptos, estar pelado é também estar mais próximo de deus, mesmo que isso signifique enfrentar a resistência de alas mais conservadoras.

Já vi igreja para tudo que é gosto. Mas igreja para ficar pelado é no mínimo bizarro, igreja assim é capaz de ser muito procurada por um bando de tarado e taradas.

Vale lembrar, que isso não é algo igual uma praia de nudismo. Nas praias de nudismo não tem nada de religioso, não seguem uma ideologia religiosa, isso não “choca” muito. Só que igreja de nudismo é surreal e mais surreal ainda quando ela se diz cristã, levando o nome de Cristo para praticar suas mais bizarra ideias. Sim, é o cúmulo.

Crédito da imagens: A criação de Adão, de Michelangelo //

Curtam e compartilhem!

5,194 total views, 3 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!