Papa condena aborto em feto com má formação

O papa Francisco criticou o diagnóstico pré-natal, realizado para detectar problemas no feto durante a gestação, e pontuou que o aborto não seria a solução. “O medo e a hostilidade relativos à deficiência levam com frequência à escolha do aborto, configurando-o como uma prática de prevenção”, disse o sumo pontífice durante uma reunião com participantes do congresso Yes to Life (Sim à Vida, em português).

Francisco, para quem a vida humana é sagrada e inviolável, comparou o ato de abortar por causa da enfermidade no feto com a eugenia (uma seleção de seres humanos com base em suas características hereditárias). “Ela priva as famílias da possibilidade de acolher, abraçar e amar seus filhos mais frágeis”, continuou. O papa defende soluções menos extremas que a morte do feto. “Crianças são pequenos pacientes que frequentemente podem ser curados com intervenções farmacológicas, cirúrgicas e assistenciais extraordinárias.”

O sumo pontífice, contudo, reconheceu que as técnicas modernas de exame pré-natal são capazes de descobrir a desde as primeiras semanas a presença de más-formações e patologias.” No entanto, acredita que a evolução de cada doença é subjetiva e nem sempre os médicos sabem com frequência como ela se manifestará em cada indivíduo.”

Via- VEJA e MSN

1,407 total views, 15 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

(Visited 8 times, 1 visits today)

Você perdeu?