Assembleia de Deus do Mato Grosso causa polêmica ao proibir que fiéis usem brinco, corte o cabelo e use a televisão

Aquilo que conhecemos como costume para eles é uma quebra de regras

Quem é que não lembra do Missionário David Miranda da Igreja Deus é Amor? Frequentemente o missionário afirmava com “respaldo” bíblico que os fiéis eram proibidos de usarem tudo que a maioria da população brasileira usa em seu dia a dia.

Uma das regras (que eles chamam de doutrina), era de que homens não podiam fazer a barba e as mulheres não podiam cortar o cabelo, imagine a cena de uma mulher com os cabelinhos secretos ficam.

Neste tipo de denominação as mulheres são mais submissa aos homens, especialmente ao marido.

Tive a ingrata experiência de conhecer igrejas que tinham essas regras, esses costumes, essas doutrinas.

E o que foi notícia essa semana foi uma igreja com esse mesmo tipo de crença, só que ela não partiu de uma Deus é Amor, não, foi de uma Assembleia de Deus mesmo, aquelas que eram o mesmo ninho como a que citei logo de início deste texto.

Leiam abaixo:

A Convenção dos Ministros e das Assembleias de Deus no Estado do Mato Grosso (COMADEMAT), que é presidida pelo pastor Sebastião Rodrigues de Souza, divulgou uma Resolução da Mesa Diretora nº 04/2019, onde estabelece normas rígidas quanto aos usos e costumes. Entre as normas, está a orientação para que os membros não assistam televisão, frequentem cinemas ou pratiquem qualquer tipo de jogo.

O texto proíbe aos membros das igrejas ligadas a convenção o uso de brinco, pingentes, piercings ou maquiagens. Às mulheres, a resolução ainda estabelece a proibição do uso de “traje masculino”, roupa curta, roupa transparente, decotes exagerados, uso de pinturas, sobrancelhas desenhadas e cortar o cabelo.

Aos homens, a resolução proíbe uso de cabelos compridos ou cortes extravagantes, barba grande, cavanhaque, shorts ou bermudas e tão pouco o uso de regata é permitido. O texto polêmico ainda estabelece a proibição do uso de bateria nos cultos, e qualquer tipo de “divertimentos mundanos”.

O pastor presidente da COMADEMAT, é também o atual 1º vice-presidente da Convenção Geral das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB). O pastor justifica no documento que o que texto traz princípios estabelecidos como “doutrina na Palavra de Deus, e conservados como costumes desde o início desta obra no Brasil”.

Sobre a televisão, o documento justifica que trata-se de uma barreira que prejudica a Igreja e o lar cristão. Apesar de não haver embasamento bíblico para as proibições, os costumes descritos são acompanhados de versículos, como I Coríntios 11: 14 e 15, além de I João 2:15 e 2 Timóteo 2:25 e 26.

Surpreendentemente, o texto foi emitido justamente quando a Assembleia de Deus em diversos estados parece estar superando a barreira de usos e costumes, impostas durante anos por líderes autoritários, mas que não tem base na Bíblia. Diversas proibições surgiram a partir da interpretação equivocada dos textos bíblicos.

Com o avanço teológico ao longo dos anos, muitas dessas barreiras foram superadas, proporcionando maior liberdade para as mulheres, que geralmente são as mais prejudicadas com as proibições.

O texto não foi comentado pelo presidente da CGADB, pastor José Wellington Bezerra Costa Júnior.

Confira a íntegra do documento obtido pelo JM Notícias e confirmado pelo Gospel Prime:

Resolução da COMADEMAT (Foto: JM Notícia)

345 total views, 3 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

24 anos, solitário que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e site sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. Bom, bem vindo (a)!😙😙😙😊

Deixe uma resposta