Revista brasileira causa polêmica ao dar um passo a passo de como fazer um aborto

Uma revista brasileira feminista se envolveu em uma grande polêmica que fez os seus leitores acionarem a Polícia Federal.

Leia a íntegra sobre a revista publicada pelo site Terça Livre abaixo:

Uma reportagem da revista “AzMina”, publicada nesta quarta-feira (18), ensina o passo a passo de como fazer um aborto.

Em uma publicação no Twitter da própria revista, ensina-se, abertamente, o seguinte manual: “2 comprimidos de 400 ug de Misoprostol na bochecha, aguarde meia hora e engula. Depois de 3h, repita. Depois de mais 3h, outra vez. Esse é o protocolo recomendado pela OMS para o aborto com Misoprostol. Na reportagem contamos como é feito o aborto seguro”.

Até o fechamento desta matéria, a publicação ainda não havia sido banida ou censurada pela rede social. O post tem diversos comentários negativos e os internautas já alertaram até mesmo a Polícia Federal sobre o caso. A página da revista AzMina é verificada pelo Twitter.

Já a reportagem, assinada pela jornalista Helena Bertho e editada por Thais Folego, detalha como fazer um aborto, quais os métodos, que segundo AzMina, são recomendados pela Organização Mundial de Saúde, quando o aborto é legal e até mesmo como se preparar para o ato e quem procurar.

A revista AzMina se propõe a fazer um “jornalismo feminista independente” e tem, entre seus apoiadores e financiadores, a fundação Open Society, de George Soros e o escritório Mattos Filho, que presta assessoria probono para as questões jurídicas e contratuais da revista.

Vale destacar o recado da revista sobre os apoiadores: “A Revista AzMina não aceita doações de instituições ou empresas que representem um conflito de interesse com nossa produção, valores e atuação”


Em contato com o Terça Livre, a assessoria do deputado estadual Douglas Garcia, PSL (SP), informou que vai entrar com representação contra a revista, por apologia ao crime de aborto e contravenção penal do art. 20 da Lei de Contravenções. “Vamos pedir providências do Ministério Público”, informou.

3,629 total views, 3 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!