Lacombe choca jornalista “Não compro”, sobre discurso de greta na ONU

O ex-global e agora jornalista da Band não ficou convencido com o berro da ativista na ONU.

A ativista de 16 anos discursou na cúpula do clima, acusando os líderes mundiais de terem traído sua geração pela falta de ação contra o aquecimento global.

Marina Machado, que conversava ao vivo com Lacombe, comentou sobre o discurso da jovem: “Lacombe, eu estou arrepiadíssima com o que a Greta Thunberg falou. É um negócio que, realmente, essas frases não saem de mim”.

Lacombe responde a colega em tom de dúvida sobre o discurso de Greta: “Marina, eu não compro essa menina, você me desculpa. Eu não compro essa menina”.

“Choquei”, respondeu Marina. “Mas aí nós vamos ficar oito horas discutindo e não vai dar certo aqui”, falou Marina.

“É. É uma menina bancada por uma fundação. Eu por enquanto não compro. Tem um discurso exagerado”, concluiu Lacombe.

Com infomações deste site e do GospelPrime

3,627 total views, 3 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!