Descobri que sou bordeline

Há anos vinha sendo diagnosticado só com depressão e era uma depressão grave. No entanto, numa de minhas crises por conta de uma perda minha, mãe decidiu me internar por não aguentar mais tanto sofrimento. Fui internado com um ponto no rosto por conto de uma autoagressão.

No hospital tive um dia difícil no primeiro momento, mas a força aceitei por obrigação e até para não ver mais o sofrimento de minha mãe e diminuir o meu.

No dia da consulta com psiquiatra ele foi o melhor psiquiatra que me atendeu nos últimos dez anos de minha breve vida, por fim, disse-me que me daria alta e que não era necessário eu ficar ali. Me deu alta.

O diagnóstico:

Me deu o Cid F60.3 – Transtorno de personalidade com instabilidade emocional. Que é mais conhecida como Bordeline.

O Transtorno de Personalidade Borderline (causado por um desequilíbrio químico no cérebro), trata-se de um funcionamento psicodinâmico em que as angústias primitivas, a intolerância a ansiedade e frustações juntamente com fortes sentimentos de raiva predominam no indivíduo. O termo Borderline significa “fronteiriço”, foi criado na metade do século XX, onde nessa época acreditava-se que os comportamentos, hoje considerados como o do Transtorno de Personalidade Borderline (TPB) fossem vistos como fronteira entre neurose e psicose. É considerado hoje como um distúrbio específico de personalidade.Este transtorno tem início na infância e pode passar despercebido até a idade jovem (aproximadamente aos 20 anos). Suas causas indicam ser uma condição herdada geneticamente, ou em outros casos, podemos dizer que é decorrente de um trauma ocorrido na infância, incluindo algum tipo de abuso, podendo ser sexual, emocional ou físico.

O impacto social que este transtorno traz é muito grande, sua taxa de mortalidade por suicídio é alta, atingindo 10% dos pacientes borderline.

Gente o mais importante é continuar no tratamento e estou superconfiante.

ASSISTA AO VÍDEO:

https://www.youtube.com/channel/UC16Rc2rW-t7N-ay6i6GkHmw?view_as=subscriber

207 total views, 3 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação / 5. Número de votos:

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Paulo Gustavo

Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!