Estado Islâmico divulga vídeo decapitando onze reféns cristãos um dia após o Natal

0
(0)

O grupo extremista Província do Estado Islâmico na África Ocidental (ISWAP) divulgou na última quinta-feira um vídeo que mostra 11 reféns cristãos sendo decapitados por terroristas.

As mortes ocorreram depois que os reféns pediram, em um vídeo anterior, que a Associação Cristã da Nigéria (CAN) negociasse sua libertação. Segundo a mídia local, o ISWAP ainda poupou a vida dos dois muçulmanos.

O EI disse que a ação faz parte de sua campanha, lançada no dia 22 de dezembro, para “vingar” as mortes de seu líder Abu Bakr al-Baghdadi e seu porta-voz, na Síria, em outubro deste ano. Desde então, o grupo vem reivindicando uma enxurrada de ataques em vários países.

Não foram dados detalhes sobre as vítimas, que eram todos homens, mas o EI alega que elas foram “capturadas nas últimas semanas” no nordeste do estado de Borno, na Nigéria, onde militantes lutam há anos para estabelecer um estado islâmico separado.

O vídeo tem duração de 56 segundos e mostra homens de uniforme bege e máscaras pretas alinhados atrás de reféns de olhos vendados, depois atirando em um e decapitando o resto.

O grupo militante postou as imagens em seu canal de notícias online do Telegram na quinta-feira, um dia após o Natal, com legendas em árabe, mas sem áudio. Analistas dizem que o material foi claramente lançado para coincidir com as celebrações do Natal.

O secretário-geral das Nações Unidas, Antonio Guterres, ofereceu suas condolências através de um comunicado emitido pelo seu porta-voz Stephane Dujarric: “O secretário-geral está profundamente preocupado com relatos de que civis foram executados e outros sequestrados por grupos armados no norte do estado de Borno, no nordeste da Nigéria. Ele expressou suas mais profundas condolências às famílias das vítimas e reitera a solidariedade das Nações Unidas com o povo e o governo da Nigéria.”

As filmagens foram feitas em uma área externa não identificada. O governo da Nigéria não comentou o vídeo.

O ISWAP se separou do grupo militante Boko Haram em 2016 e se tornou o grupo jihadista dominante da região.

O Globo

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Paulo Gustavo

Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!

Mostre o que achou sobre esse post publicando seu comentário

%d blogueiros gostam disto: