0
(0)

Segundo dados oficiais da Polícia Federal, o Brasil registrou 44.181 novos registros de armas.

Ou seja, os números representam 5 armas por hora em 2019.

Em todo ano de 2018, esse número foi de 35.758.

O resultado reflete as medidas tomadas durante o 1º ano do governo Bolsonaro.

Na prática, o registro representa um aumento de 48%.

Ainda segundo a Polícia Federal, os dados referem-se ao cidadão comum – excluindo, portanto, as novas solicitações pelas polícias, empresas de segurança, atiradores e colecionadores.

Queda nos números de homicídios 

Conforme noticiado pelo Conexão Política, o número de homicídios caiu 22% em todo o país, em comparação com o mesmo período de 2018.

A informação foi divulgada em Brasília, pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, com base em dados do Sistema Nacional de Informações de Segurança Pública, Prisionais, de Rastreabilidade de Armas e Munições, de Material Genético, de Digitais e de Drogas (Sinesp).

O resultado já havia sido parcialmente antecipado pelo presidente Jair Bolsonaro, que usou sua conta no Twitter para comemorar o que classificou como um dos pontos positivos de seu governo.

Segundo o ministério, a redução no total de ocorrências também foi verificada nos outros oito tipos de crimes registrados na plataforma que reúne informações fornecidas pelos estados e pelo Distrito Federal, a partir de boletins de ocorrência das polícias civis.

Os casos de estupro caíram 12%.

Tentativas de homicídio foram reduzidas em 9,4%.

Também houve queda no total de latrocínios (-23,8%); lesão corporal seguida de morte (-3,2%); roubos contra instituições financeiras (-40,9%); roubo de carga (-25,7); roubo de veículo (-27%) e furto de veículo (-9,9%).

Via Conexão Política

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Mostre o que achou sobre esse post publicando seu comentário