No Irã é punido com morte ser cristão

No país Persa não apenas os cristãos são condenados a morte como também os direitos femininos e humanos

 376 total views,  1 views today

5
(1)

Segundo o site Diário da Amazônia, as pessoas que deixam o islamismo e se convertem ao cristianismo podem enfrentar prisões e até a pena de morte, de acordo com a lei islâmica do Irã. Quando acontecem casos assim, os juízes islâmicos iranianos geralmente recorrem a versos do Alcorãoe Hadith (ditos e atos de Maomé) para justificar seus vereditos.
Com ações como essas, o Irã viola sistematicamente a Lei Internacional de Liberdade Religiosa dos EUA e é por isso que, desde 1999, os americanos designam a República Islâmica como “país de preocupação”.

O General do Irã Qassem Soleimani, nunca tomou nenhuma medida contra os milhares de assassinatos no Irã durante a última década. O próprio chefe das Forças Armadas iraniana foi conivente com o Estado Islâmico na perseguição, tortura e morte dos cristãos convertidos no território iraniano.

Ele também foi um assassino a sangue frio de americanos, responsável pela morte de centenas de militares durante a guerra do Iraque. De acordo com uma declaração do Pentágono, Soleimani estava desenvolvendo planos para atacar diplomatas e militares americanos no Iraque e em toda a região, o que não é difícil de acreditar, já que esse era o trabalho dele.

2. Violações de direito religioso.
As denúncias estão em um relatório do Artigo 18, uma ONG iraniana que promove a liberdade religiosa:
“Os agentes de prisão se apresentaram como agentes do Ministério da Inteligência (MOIS). Eles invadiram as casas dos cristãos em uma operação coordenada por volta das 9 horas da manhã, confiscando Bíblias, literatura cristã, cruzes de madeira e imagens com símbolos cristãos, junto com laptops, telefones, todas as formas de cartões de identidade, cartões bancários e outros pertences pessoais”, diz o texto.
“Os agentes de detenção também revistaram os escritórios de trabalho de pelo menos dois cristãos e confiscaram discos rígidos de computador e gravações de câmeras de segurança”.
As famílias cristãs são geralmente desumanizadas e humilhadas na comunidade durante os ataques do agente. Como o relatório do Artigo 18 explica: “Os policiais teriam tratado os cristãos com severidade, mesmo que crianças pequenas estivessem presentes durante as prisões”.

Pastor e oito cristãos são condenados a 5 anos de prisão.

O Tribunal Revolucionário do Irã condenou nove cristãos a cinco anos de prisão cada, sendo um pastor e oito fiéis. O motivo da prisão é o fato deles serem ex-muçulmanos convertidos.

A informação foi dada pela organização Iran Human Rights Monitor que revelou na semana passada a sentença dos cristãos que foram presos entre janeiro e fevereiro de 2019.

A República Islâmica do Irã tem uma lei que proíbe que muçulmanos se convertam ao cristianismo. Por esta razão foi que o chefe do Tribunal Revolucionário de Teerã, Mohammad Moghiseh, condenou Matthias Haghnejad (pastor), Shahrooz Islamdust, Behnam Akhlaqi, Babak Hosseinzadeh, Mehdi Khatibi, Khalil Dehghanpour, Hossein Kadivar, Kamal Naamanian e Mohammad Vafadar.

A conversão deles fizeram com que as autoridades os acusassem de “agir contra a segurança nacional” e “promover o sionismo”. Segundo o Christian Solidarity Worldwide, o pastor Haghnejad era perseguido desde 2006 por conta da sua conversão e pela realização de cultos na cidade de Rasht.

No dia da sua prisão, em 10 de fevereiro, ele foi pego dentro da própria igreja e os policiais confiscaram Bíblias e telefones celulares de quem estava no culto.

No Irã, é ilegal que um muçulmano se converta ao cristianismo.

4. A situação dramática dos cristãos.

Não é novidade que a situação dos cristãos no Irã e Iraque é dramática. A perseguição vem de muito tempo. Para se ter uma ideia, antes do conflito, vivia no país mais ou menos 1,5 milhão de caldeus, sírio-católicos, sírio-ortodoxos, assírios orientais, católicos e ortodoxos armenos. Hoje, particularmente após a ascensão dos sunitas, esse número não passa de 400 mil.

A diferença do quadro anterior para o atual estado da região, no entanto, é enorme. Hoje, está no poder um grupo que fala abertamente de tomar o mundo, ensinando crianças a guerrear, obrigando as pessoas a aceitarem uma única religião e perseguindo sem escrúpulos as minorias religiosas do Oriente Médio, especialmente os cristãos.

A ideia dos arautos desse novo mundo é criar um “islamismo do ano zero”, eliminando qualquer resquício de cristianismo, direitos femininos, democracia ou mesmo piedade humana.

Fonte

Nota:

Estar aí mais uma vez mais uma pergunta para fazer para a esquerda brasileira que abomina o ataque ao Irã. O general morto é visto como uma nova Marielle no Brasil. Por que esquerdistas apoiar ou defender um terrorista? Termino com a legenda da última foto, “A ideia dos arautos desse novo mundo é criar um “islamismo do ano zero”, eliminando qualquer resquício de cristianismo, direitos femininos, democracia ou mesmo piedade humana.”

 377 total views,  2 views today

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Average rating 5 / 5. Vote count: 1

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

(Visited 55 times, 1 visits today)

Paulo Gustavo

Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!

Next Post

Justiça manda Netflix suspender especial de Natal feito pelo Porta dos Fundos

qua jan 8 , 2020
O desembargador aceitou um pedido do Centro Dom Bosco
netflix