3
(2)
Todo mundo sabe que a Rede Globo anda cassando os apoiadores do presidente Bolsonaro, lembram daquela reportagem do Fantástico que fez um escândalo porque o Gusttavo Lima apareceu atirando? Pois é, agora o alvo da rede Globo de novo é o mesmo cantor, Gusttavo Lima, que em sua live para mais de dois milhões de pessoas parabenizou o presidente Bolsonaro. E como mostrar apoio a Bolsonaro nunca foi crime até então, a emissora decidiu mirar outra coisa que o cantor fez, as bebidas alcoólicas, que a mesma faz propaganda de bebidas em sua programação. E parece que a rede esgoto, ou melhor, Globo não está sozinha nessa, tudo indica que a mesma tem uma parceria que mais parece política do que lutar por Justiça, o Conar. Anteontem, segundo o colunista do UOL, Leo Dias, o Conar decidiu abrir uma representação contra o Gustavo Lima por excesso de bebidas alcoólicas.

Para quem ainda tem dúvida de se tratar de uma perseguição política, basta ver a live de Bruno e Marrone, que teve tanta bebidas alcoólicas quanto a de Gusttavo, mas que não foi feita nenhuma representação como vem acontecendo com o Gusttavo Lima.

Para ficar mais nítido de que tratar de perseguição aí vai uma infomação, o cantor Gusttavo Lima rompeu contrato com a gravadora SOM LIVRE, que é do grupo Globo e migrou para a Sony.

A migração fez a gravadora do Grupo Globo perder milhões de reais, pois Gusttavo Lima é o cantor mais tocado do Brasil no momento. Desde então, a relação Globo e Gusttavo Lima é complicada.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 3 / 5. Número de votos: 2

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Mostre o que achou sobre esse post publicando seu comentário