0
(0)

Segundo o Portal DOL, quatro pessoas que organizavam um protesto em frente ao quartel do Comando Militar do Norte, na praça da Bandeira, em Belém, foram autuadas pela Polícia Civil, na manhã deste domingo (19) por descumprirem o decreto nº 609 do Governo, que proíbe manifestações públicas para evitar o avanço da Covid-19. [Notem que foram apenas quatro pessoas, ou seja, o governo está indo além do que decretou. O decreto estadual diz atuar movimentações acima de 10 pessoas, e nessas manifestação tinha 10 pessoas? Não]

O Núcleo de Inteligência da Polícia Civil também identificou e intimou cinco organizadores de possíveis manifestações a serem realizadas. 

“As ações da Polícia Civil estão intensificadas para dar cumprimento ao decreto. Estaremos até o dia 21 de abril, trabalhando nesta questão específica da realização de possível manifestação. Vale ressaltar que as pessoas flagradas neste tipo de situação irão responder criminalmente pelo delito previsto no artigo 268 do Código Penal Brasileiro destinado a impedir introdução ou propagação de doença contagiosa”, explicou o delegado Marco Antônio Duarte, titular da DPM.

Até onde vai tais medidas feitas pelo governador do Pará, Helder Barbalho, que mais do que nunca vem copiando as atitudes extremas do governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel.

E tudo mostra que essas atitudes não veem ocorrendo apenas no Estado do Pará, governadores de outros estados vem fazendo um terrorismo espantoso com o apoio da imprensa.

Não é e nem estou dizendo que o coronavírus não seja perigoso, não, é claro que é. Mas o fato é, existem muito mais recuperados pelo vírus do que contaminados.

Até agora as medidas de segurança tomadas pelo antigo ex-ministro da saúde, não foram tomadas nem por ele mesmo.

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Mostre o que achou sobre esse post publicando seu comentário