0
(0)

Neste domingo (28), o ex-ministro da Educação, Abraham Weintraub, voltou a usar as redes sociais para falar sobre liberdade de expressão. Na publicação, ele deu a entender que a liberdade está ameaçada no Brasil.

– Liberdade de expressão? De opinião? Já era! Liberdade de circulação? De trabalhar? Esqueçam! Liberdade para podermos educar nossos filhos? Não – escreveu.

Weintraub também questionou se o país está perto de enfrentar o fim da liberdade religiosa.

– Agora, qual será a próxima etapa rumo às trevas? Fim da liberdade religiosa? Total ou apenas para as que têm a Bíblia como base? – questionou.

Weintraub deixou o Ministério da Educação para assumir um cargo no Banco Mundial. Antes de se despedir do cargo, ele dobrou a Bandeira do Brasil juntamente com seu irmão Arthur e declarou que “nossa bandeira nunca será vermelha”.

Publicação do ex-ministro Foto: Reprodução

O que você achou disso?

Clique nas estrelas

Média da classificação 0 / 5. Número de votos: 0

Nenhum voto até agora! Seja o primeiro a avaliar este post.

Como você achou esse post útil...

Sigam nossas mídias sociais

Lamentamos que este post não tenha sido útil para você!

Vamos melhorar este post!

Diga-nos, como podemos melhorar este post?

Artigo anteriorTop World Model In a Fashion show
Próximo artigoJustiça condena Felipe Neto a indenizar presidente da FUNAI
Paulo Gustavo Corrêa
Estudante de jornalismo. E Focado nos assuntos curiosos em debates na sociedade. Reflexões são para serem reflexivas e com ar de seriedade. Atualmente estou com 24 anos e solitário, que passa maior parte do tempo lendo coisas do meu interesse e essas coisas significa livros de história, ficção e sites. Sou viciado no YouTube. Para ser mais intenso, sou portador de uma condição de nome Van der Woude, mais popularmente conhecida como Lábio Leporino. Já fiz mais de 11 cirurgias e todas até agora foi na parte da face. Provavelmente farei mais. Quero fazer da minha vida uma experiência inesquecível. Ainda não desistir de fato, não gosto de perder, essa a razão de ainda está aqui. É preciso um dia perder para ter sede de ganhar. Bom, bem vindo (a)!

Mostre o que achou sobre esse post publicando seu comentário